#LeiaMulheres Item da lista Literatura

(28) A elegância do ouriço por Muriel Barberi

“A elegância do ouriço” de Muriel Barberi e “Sobre os ossos dos Mortos” de Olga Tokarczuk têm uma característica em comum: heroínas improváveis. E por que isso é importante?  Porque o provável e o improvável são regidos pelos estereótipos, pelos estigmas que a sociedade sai distribuindo por aí. Estereótipos que acabam por desumanizar a todos, reforçando toda sorte de preconceitos. Confesso, tenho um fraco por heroínas improváveis. O que fazer? 

Assim, a heroína de “A elegância do ouriço” se auto-descreve:

“Meu nome é Renée. Tenho cinqüenta e quatro anos. Há vinte e sete sou a concierge, a zeladora do número 7 da Rue de Grenelle, um belo palacete com pátio e jardim interno, dividido em oito apartamentos de alto luxo, todos habitados, todos gigantescos. Sou viúva, baixinha, feia, gordinha, tenho calos nos pés e, em certas manhãs auto-incômodas, um hálito de mamute. Não estudei, sempre fui pobre, discreta e insignificante. Vivo sozinha com meu gato, um bichano gordo e preguiçoso, cuja única particularidade digna de nota é ficar com as patas fedendo quando é contrariado. Ele e eu não fazemos nenhum esforço para nos integrar no círculo de nossos semelhantes. Como raramente sou simpática, embora sempre bem-educada, não gostam de mim, mas me toleram porque correspondo tão bem ao que a crença social associou ao paradigma da concierge, que sou uma das múltiplas engrenagens que fazem girar a grande ilusão universal de que a vida tem um sentido que pode ser facilmente decifrado.”

A essa auto-descrição agregue a minha descrição: Renée é dotada da erudição de um catedrático e da profundidade reflexiva de um filósofo existencialista. Do alto destas qualidades, Renée declara:

“(…) na segurança de meu espírito, não há desafio que eu não consiga enfrentar. Indigente pelo nome, pela posição e pelo aspecto, sou, em meu entendimento, uma deusa invencível.” 

Muriel Barberi escreve um romance inteligente e sensível, expondo a genialidade de Renée e a burrice dos estereótipos.

Leia “A Elegância do ouriço”, #LeiaMulheres.

#MurielBarberi

Sobre o livro: https://g.co/kgs/UYDLuu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: