Contexto e desafios das bibliotecas universitárias

Discurso realizado na Cerimônia de Posse da Direção da Biblioteca Central da UFRGS 2020-2024

Em meados da década de 90, líamos nos textos de Castells e outros autores as expectativas de transformação social de uma economia que teria sua grande riqueza baseada na informação potencializada pela tecnologia. Esse advento marca o início da Era da Informação, que, como prognóstico, se desenvolveria para ser chamada de a Era do Conhecimento. Mal sabíamos que , 25 anos depois, viveríamos uma Pandemia causada por um vírus altamente letal para um segmento da população, e que as pessoas, entre tantas informações falsas e verdadeiras, teriam comportamentos e convicções tão divergentes sobre cuidados que preservam vidas e descuidos que levaram a 169 mil mortes apenas no Brasil.

A comunicação eficaz de informações e a publicização de opiniões em redes sociais nos fez conhecer um fenômeno social presente em nossa realidade: existem pessoas predispostas a ter certas crenças e não existem evidências e fatos comprovados que as afastem delas. A mesma tecnologia tão importante para disseminar as informações que fomentam o avanço da Era do Conhecimento, é também utilizada para disseminar informações falsas, desembocando e fazendo florescer uma outra Era, esta por sua vez sombria, que passamos a identificar como Era da Pós-Verdade.
No cenário dos agentes da Era do Conhecimento, encontramos as universidades posicionadas num local de destaque: promovem o ensino, a pesquisa e a extensão, criando uma cultura de aprendizagem e produção de conhecimentos científicos e técnicos baseados em evidências e, portanto, de crítica e questionamento de crenças pessoais.
As bibliotecas são uma parte fundamental da atuação das universidades, se constituem como infraestrutura de acesso às coleções bibliográficas de informações científicas e didáticas pela aquisição de publicações significativas para as diferentes áreas do conhecimento. No caso da UFRGS, as bibliotecas são responsáveis por dar acesso a mais de 2 milhões de itens físicos de acervo e tem sido pioneiras no desenvolvimento de coleções de e-books há muitos anos. Além das coleções importantes para a comunidade, as bibliotecas têm sido responsáveis pela disponibilização das publicações produzidas por sua própria comunidade, desenvolvendo o LUME, considerado por rankings internacionais o segundo maior repositório institucional do mundo (ficando atrás apenas da NASA).
Para além da infraestrutura, as bibliotecas também compartilham a responsabilidade de promover uma cultura crítica, criativa e ética em relação à informação, uma parte indispensável da formação de um indivíduo agente e participante da Era do Conhecimento. Fazemos isso a partir de uma série de ações de extensão que ofereceram 6 mil vagas anuais nos últimos anos, um projeto já amplamente conhecido da comunidade como Super 8: pesquisa e uso da informação científica.
Quatro anos atrás, iniciava meu primeiro mandato na Direção da Biblioteca Central, tendo como desafio manter e desenvolver um ambiente colaborativo de trabalho favorável à atuação de uma equipe tão qualificada como a que compõe as nossas bibliotecas. Os desafios que foram sendo colocados em nosso cotidiano foram sendo vencidos pela equipe um a um, demonstrando uma extraordinária capacidade de solução de problemas pela criação e aperfeiçoamento de produtos e serviços de informação aos usuários. Dentre os principais, destaco o Super 8, o Sabi+ (um catálogo de busca integrada que deu visibilidade às nossas coleções eletrônicas) e a modernização dos sites das bibliotecas. Além destes, poderia referir muitos outros projetos realizados e detalhados em nossos relatórios.
Hoje, grandes desafios estruturais se colocam perante às bibliotecas: a necessidade de construção bibliotecas mais modernas, como o tão sonhado projeto da Biblioteca do Campus do Vale, a migração para um sistema de gerenciamento de bibliotecas capaz de uma gestão mais adequada dos acervos eletrônicos e a revisão regimental na ocasião de uma nova Estatuinte para a UFRGS.
Outro desafio a ser enfrentado é a ampliação da participação dos colegas nos espaços de produção colaborativa. Percebemos que ainda há muito espaço para o crescimento técnico e a participação de mais colegas nas discussões propostas, uma condição para o efetivo fortalecimento do Sistema de Bibliotecas e de seu impacto social.
Nos próximos quatro anos, a participação de todos é o que garantirá que nossa comunidade receba serviços de biblioteca de qualidade, oferecidos por uma equipe comprometida com os valores de uma ciência que produz conhecimentos socialmente relevantes e, principalmente, de uma educação que forma profissionais tecnicamente competentes, éticos e comprometidos com a igualdade social.
Por fim, lembro com certa nostalgia que a cerimônia de posse hoje é muito diferente da realizada quatro anos atrás, que contava com o Salão Nobre lotado. É um dia mais triste por causa das condições da Pandemia. Compenso a necessidade de isolamento social com a imaginação da presença da equipe competente e corajosa de nossas bibliotecas, que tem enfrentado o desafio de reinventar a Biblioteca tão logo o mundo se transforma, como aconteceu com a Pandemia. Uma equipe que enfrentou a perda de dois bibliotecários neste ano : Denise Machado e Leonel Schardong; uma equipe que enfrenta a dor da perda de familiares para a Pandemia. As dificuldades são compensadas pela força que este grupo emana, uma equipe que na adversidade se mobiliza para a construção de melhores condições para uma educação pública, gratuita e de qualidade. Agradeço aos colegas pela parceria nos quatro anos que passaram, agradeço ainda a oportunidade do trabalho dos quatro anos que estão por vir.
Agradeço à Administração Central pelo apoio que as bibliotecas receberam em período tão severo de restrição orçamentária e renovo meus votos de atuação comprometida com a Administração Central de promover os serviços de biblioteca que tanto precisam as universidades para fazer florescer uma Era Luminosa de Conhecimento. Muito obrigada!
Letícia Strehl
Diretora
Biblioteca Central – UFRGS
2020-2024

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: